Bebê jogado pelo pai de janela de carro no RS teve escoriações e não corre risco de morrer, diz hospital

  • 23/02/2024
(Foto: Reprodução)
Criança de 11 meses está na Unidade de Pronto Atendimento Canudos, em Novo Hamburgo, em observação. O menino passou por exames e não apresentou fraturas. Bebê jogado pelo pai de janela de carro no RS 'estava muito machucado', diz testemunha O bebê de 11 meses que foi jogado pela janela de um carro pelo próprio pai teve apenas escoriações e não corre risco de morrer. A informação foi confirmada ao g1 pela assessoria de comunicação da Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo. O caso aconteceu na noite de quinta-feira (22). 📲 Acesse o canal do g1 RS no WhatsApp De acordo com a Fundação de Saúde, a criança está na Unidade de Pronto Atendimento Canudos, em observação. Após ser submetida por exames, não foram constatadas fraturas. O pedreiro Sérgio Melo, uma das testemunhas do caso, contou à RBS TV que levou o menino até a UPA em seu próprio carro. "Socorremos primeiro a criança. Ele estava muito machucado, nem queria mexer, para não ter mais problema. (Levamos) no meu carro mesmo, porque ia demorar muito a ambulância", disse. LEIA TAMBÉM: Homem é preso por jogar bebê de 11 meses por janela de carro VÍDEO: 'Estava muito machucado', diz testemunha Além do bebê, o pai e a mãe também ficaram feridos após o caso e foram encaminhados ao Hospital Municipal. A mulher está realizando exames. O estado de saúde dela é considerado delicado. O homem apanhou de testemunhas que presenciaram o caso e fraturou o nariz. Ele está na emergência, escoltado por policiais militares. Pedreiro Sérgio Melo afirma que levou bebê para o hospital em seu próprio carro Reprodução/RBS TV O caso De acordo com a Brigada Militar (BM), que atendeu à ocorrência por volta das 21h, o caso aconteceu durante uma discussão entre o homem, de 40 anos, e a esposa dele, mãe da criança. A mulher, de 25 anos, teria sido obrigada a se atirar do carro ainda em movimento. Ao cair, ela se feriu. O boletim foi registrado como tentativa de feminicídio e tentativa de homicídio. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados. Conforme a Polícia Civil, o homem já tinha histórico de violência doméstica contra a companheira. Não havia medida protetiva contra ele em vigor. Homem, mulher e bebê precisaram ser encaminhados para atendimento médico Reprodução/RBS TV VÍDEOS: Tudo sobre o RS

FONTE: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2024/02/23/bebe-jogado-pelo-pai-de-janela-de-carro-no-rs-teve-escoriacoes-e-nao-corre-risco-de-morrer-diz-hospital.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes